Edmilsonpsol
Portal do deputado federal Edmilson Rodrigues | psol

Não podemos nos calar diante deste crime de racismo e violência em Altamira

admin 16 de setembro de 2014

Senhor Presidente,
Senhores Deputados,
Senhoras Deputadas,

Chegou às redes sociais, na última semana, a denúncia de racismo que está sofrendo a estudante da Universidade Federal do Pará (UFPA), Sônia Regina Abreu, de Altamira. Segundo o relato, a vítima está sofrendo assédio neonazista via internet, de forma anônima e por alguém que diz ter acesso a todas as contas da estudante, inclusive a de email, usando o seu IP (código eletrônico do computador).

Em texto publicado na internet sob a alcunha de “Branco White”, o assediador escreve diretamente à estudante, dizendo que “em Altamira não há lugar para negros sujos” e que “lugar de negro é na senzala”, que “preto não deveria ir à universidade a não ser para limpar o chão”. O texto é assustador, pois ameaça a vítima, dizendo para que a “neguinha suja e todas as aberrações de cor da cidade” fiquem nos seus cantos.

Mais adiante, o texto de cunho neonazista faz referência a uma “limpeza étnica”, dizendo: “Ta na hora de limparmos nossa cidade dessa peste negra. E continua, destacando em caixa alta o seu ódio e racismo e fazendo apologia ao crime: “Neguinhas como você a gente ESTUPRA E DEPOIS QUEIMA pra não poluir o solo”.

E como se não bastasse tanto ódio, horror e crueldade racista, o assediador ameaça a vítima e afirma que existe um grupo disposto a essa tarefa de exterminar pessoas negras de Altamira: “Sabemos onde vocês estão NEGROS imundos. Sabemos onde você mora e onde trabalha. E nem adianta ir à polícia porque nós estamos em todos os lugares. LUGAR DE NEGRO É NA SENZALA OU A 7 PALMOS. Teu face é facinho de raquear, viu!!”.

E é dessa forma intolerante, violenta e criminosamente ameaçadora que se encerra a postagem do assediador, que se esconde atrás da alcunha “Branco White”. A ação é tão grave que fica difícil selecionar os adjetivos adequados para classificar tamanha falta de humanidade.

Senhores deputados e senhoras deputadas, sabemos que os casos de racismo têm se tornado cada vez mais comuns e, com freqüência, tem sido levados à mídia e redes sociais. Portanto, não podemos nos calar diante deste crime de racismo, violência como essa.

Diante desse crime que está sendo praticado, aqui no Pará, contra a estudante Sônia Regina Abreu, de Altamira, REQUEIRO, nos termos regimentais, que esta casa legislativa encaminhe ofício à Polícia Federal, solicitando investigação rigorosa para chegar ao autor ou autores desse crime e a punição exemplar para que práticas hediondas como essa não voltem a ser cometidas. A mesma solicitação faço para que a Secretaria Estadual de Segurança atue no caso, em cooperação com a PF, para ajudar nas investigações e na elucidação do crime.

Requeiro também que seja dado conhecimento do teor integral deste requerimento ao Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF), Secretaria Estadual de Segurança Pública (Segup), Ministério Público Estadual (MPE), Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará (OAB-PA), Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SPDDH), Centro de Defesa do Negro no Pará (Cedenpa) e Coletivo Casa Preta e Blogueiras Negras.

Palácio Cabanagem, 16 de setembro 2014

Deputado Edmilson Rodrigues
Líder do PSOL

Leia também