Edmilsonpsol
Portal do deputado federal Edmilson Rodrigues | psol

Edmilson Rodrigues participa do projeto “gabinete sustentável”

23 de setembro de 2015
Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

O deputado Edmilson Rodrigues (PSOL/PA) foi um dos 10 parlamentares escolhidos para participar do projeto-piloto Gabinete Sustentável. O lançamento aconteceu nesta terça-feira (22/9) na Câmara Federal.

O projeto tem como objetivo desenvolver uma cultura de sustentabilidade ambiental nos gabinetes parlamentares da Câmara dos Deputados, por meio da orientação e conscientização das equipes, com o planejamento de ações e acompanhamento de resultados.

“Falamos em construir um mundo justo, feliz, solidário e amoroso. Isso tudo não tem sentido se não começarmos com pequenas ações de solidariedade. Lutamos para combater a crise climática, a crise hídrica. No entanto, temos que dar demonstração de que isso é possível. Essas pequenas práticas vão chegar a todo Congresso Nacional e cumprem efeito pedagógico para ganhar a sociedade, como um todo, para construção de um projeto de futuro justo e ecologicamente equilibrado”, declarou o deputado registrando seu elogio ao projeto.

O projeto será implementado no gabinete do deputado cabano e dos demais em formato experimental para validação do modelo. Ao final, serão avaliados os resultados e a eficácia das ações propostas, com o intuito de promover a revisão da metodologia aplicada e os ajustes necessários para o lançamento do programa de forma ampla, voltado à totalidade dos gabinetes.

Conscientização

O projeto busca conscientizar as equipes dos gabinetes parlamentares sobre a adoção de medidas de desmaterialização dos processos de trabalho e ao uso consciente das cotas parlamentares, com base nos dados do projeto “Sustentabilidade na Mudança de Legislatura” (Sumuleg), que consiste no recolhimento, ao final de cada Legislatura, de materiais de expediente e impressos descartados pelos gabinetes parlamentares, sem utilização.

Na última edição do projeto, ocorrida de 01/10/2014 a 30/01/2015, foram coletados diversos materiais solicitados pelos gabinetes parlamentares, muitos em condições de uso, entre os quais pastas personalizadas, separatas e papel timbrado personalizado, solicitados por deputados por meio das cotas gráficas, além de materiais de expediente, tais como envelopes e pastas A-Z.

A proposta destina-se ao emprego mais equilibrado dos recursos materiais e de tecnologia disponibilizados pela Casa para suporte à atuação parlamentar e prevê, ainda, como mecanismo para a redução de consumo de recursos hídricos e energéticos, a realização de intervenções arquitetônicas e de infraestrutura nos gabinetes participantes, as quais servirão de protótipo para a adequação futura de instalações nos demais gabinetes.

Como mecanismo de reconhecimento do esforço em prol da adoção de medidas de sustentabilidade pelos parlamentares e suas equipes de trabalho, pretende-se certificar os gabinetes participantes com um selo criado para essa finalidade.

Leia também