Edmilsonpsol
Portal do deputado federal Edmilson Rodrigues | psol

Edmilson apresenta emendas à saúde, educação e cultura no orçamento 2015

28 de fevereiro de 2015

As áreas da saúde, a educação e cultura foram contempladas com as emendas do deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL/PA) ao Orçamento da União de 2015. As emendas foram protocoladas na última quinta-feira, 26. Da quota individual de R$ 10 milhões, a metade foi destinada à saúde. O psolista e ex-prefeito de Belém destinou emendas a cinco municípios, independente da cor partidária dos respectivos gestores, com prioridade à Região Metropolitana, notadamente a capital paraense.

A Câmara Federal aprovou que, a partir deste ano, o orçamento impositivo, ou seja, a obrigatoriedade para que o governo federal cumpra as emendas parlamentares. “Como deputado paraense, resolvi dar prioridade a Belém por um motivo especial: a cidade completará 400 anos, em 12 de janeiro de 2016. Mas vive um caos em várias áreas da administração pública, principalmente na saúde.”

Edmilson priorizou a melhoria do atendimento de urgência e emergência dos Pronto Socorros Municipais (PSMs) do Guamá e da Travessa 14 de Março, destinando R$ 3 milhões para a estruturação dessas unidades de Belém. “Hoje, há muitas vidas sendo ceifadas pela incapacidade dos PSMs prestarem atendimento de média e alta complexidade para as vítimas de acidentes ou de outros problemas graves”, justificou.

Outra emenda do parlamentar do Pará reserva R$ 1 milhão para as unidades de urgência e emergência de Ananindeua; R$ 500 mil para as unidades de atenção especializada de Marituba; e R$ 500 mil para a compra de equipamentos à rede de serviços de atenção básica dos municípios de São Miguel do Guamá,Bragança e Cametá.

O Ver-o-Peso receberá R$ 2 milhões em emendas de Edmilson para que a prefeitura e o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para que possam investir na reforma do complexo do Ver-o-Peso. Além de R$ 500 mil para a reforma do Mercado de São Brás. “O Ver-o-Peso é o principal símbolo urbanístico e arquitetônico da metrópole mais importante da Amazônia, cujo Mercado de Ferro, datado do início do Século XX, é uma das riquezas da arquitetura de ferro do país. O Mercado de São Brás é outro monumento significativo, referência na paisagem arquitetônica da cidade e também na economia popular, tendo em vista a tradição de feiras e mercados do estado.”

Edmilson apresentou outra emenda, de R$ 1,3 milhão, para o fomento da cultura por meio da Fundação Cultural do Estado. “Vamos contribuir para que o nosso povo tenha acesso às diversas manifestações artísticas: a música, a dança, o teatro e outros. É a valorização da cultura do estado e a democratização do acessos aos bens culturais”, destacou.

Na educação, Edmilson elaborou emenda de R$ 500 mil para a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) para aquisição de equipamentos permanentes aos cursos, especialmente aos instituídos recentemente, Engenharia Ambiental, Licenciatura e Computação e Sistema de Informação. Já a Universidade Federal do Pará (UFPA) será contemplada com duas emendas de Edmilson, sendo uma de R$ 480 mil, dos quais, R$ 200 mil deverão fortalecer o Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, que desenvolve cursos de graduação e pós-graduação, pesquisas e cursos de extensão voltados aos movimentos sociais, além de R$ 280 mil para apoiar as ações do Instituto de Ciência da Educação, da Faculdade de Educação Física, junto à comunidade do entorno da UFPA e de outros bairros de Belém. A outra emenda para a UFPA, de R$ 220 mil, é voltada à instalação do Museu de Educação no Instituto de Ciências da Educação, que visa preservar a história da educação por meio da preservação e organização de documentos e a disponibilização à sociedade.

“Fechamos R$ 10 milhões totalmente direcionados à produção de um estado do Pará mais justo, voltado principalmente para valorizar a cultura do nosso povo e a vida, à medida em que educação, saúde e arte são bens que devem ser entendidos como inalienáveis para o exercício da cidadania plena.”

Leia também