Edmilsonpsol
Portal do deputado federal Edmilson Rodrigues | psol

CPI da Pró-Saúde obtém assinaturas para ser instalada

9 de abril de 2014

image

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), proposta pelo deputado estadual Edmilson Rodrigues (Psol), obteve 15 assinaturas nesta quarta-feira, 9, superando as 14 assinaturas necessárias para a instalação da CPI. O objetivo é apurar o contrato assinado pelo governo do estado com a organização social Pró-Saúde para administrar os hospitais regionais de Santarém, Altamira, Marabá e Metropolitano,em Ananindeua.

Durante a sessão, Edmilson protocolou o pedido de CPI junto à mesa diretora da Assembleia Legislativa do Pará. Da tribuna, Edmilsob agradeceu às bancadas do PMDB e do PT que assinaram o pedido de CPI, bem como o deputado Nélio Aguiar (DEM), cuja base eleitoral é o Baixo Amazonas, onde se localiza o Hospital Regional de Santarém, alvo das denúncias que motivam a CPI.

Edmilson pediu que o presidente da Alepa, Márcio Miranda (DEM), oficie os partidos da Casa para indicarem os cinco membros da comissão, que terão três meses para investigar o contrato da Pró-Saúde. “Acho muito estranho que valores sejam acrescidos ao contrato, em até 40%, passando de R$ 60 milhões para R$ 84 milhões, enquanto os procedimentos realizados anualmente foram reduzidos em até 200 mil. Menos mamografias e outros exames clínicos foram drásticamente reduzidos para p prejuízo da população”, destacou Edmilson.

Assinaram a CPI, além do autor, os deputados Nilma Lima, Josefina Carmo, Parsifal Pontes, Martinho Carmona, Simone Morgado, Chicão, Macarrão, Antônio Rocha, Alfredo Costa, Milton Zimmer, Edilson Moura, Carlos Bordalo, Valdir Ganzer e Nélio Aguiar. O presidente estadual do PT, Zimmer, anunciou que toda a bancada iria assinar a CPI, no entanto três viajando a Brasília em trabalho parlamentar: Zé Maria, Bernadete

Leia também